Início Destaques Outubro Rosa, mês de prevenção ao câncer de mama: “Sua vida e...

Outubro Rosa, mês de prevenção ao câncer de mama: “Sua vida e saúde merecem este toque!”

39

Mesa Diretora, vereadores e funcionários da Câmara Municipal de Arez vestem a camisa rosa em alusão a passagem do “Outubro Rosa”, movimento internacional com adesão de campanhas nacionais, estaduais e municipais de conscientização por todo o país com o objetivo de alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

A campanha que tem apoio de diversos segmentos da sociedade civil visa compartilhar informações e despertar a atenção para a realidade do câncer de mama e a importância do diagnóstico e tratamento precoce.

Durante os meses de outubro e novembro, a Câmara reforça a importância da prevenção à saúde da mulher e do homem durante às campanhas Outubro Rosa e Novembro Azul.

Origem do Outubro Rosa

Conforme o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o movimento denominado como “Outubro Rosa” surgiu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população, especialmente, das mulheres na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de mama, o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo.

No mês de outubro, é comemorado anualmente o “Outubro Rosa”, um movimento de adesão mundial que visa informar, conscientizar e estimular a população feminina sobre a importância do diagnóstico e tratamento precoce na luta contra o câncer de mama, como forma de promover a conscientização sobre a doença. O nome da campanha remete à cor do laço que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação das empresas, entidades e instituições públicas e privadas e população em geral.

Câncer de Mama

Os dados do INCA mostram que este tipo de câncer é o segundo tipo com maior incidência no mundo e o mais comum, sendo a causa mais frequente de morte por câncer em mulheres e, apesar de também atingir os homens, as mulheres, acima de 35 anos, são o principal alvo. Entretanto, são grandes as chances de cura, se a doença for descoberta na fase inicial.

Uma das formas mais simples de prevenção do câncer de mama é o autoexame, que ser feito uma vez por mês. O objetivo do autoexame é verificar a existência de deformações ou alterações no formato das mamas, abaulamentos ou retrações, ferida ao redor do mamilo, caroços nas mamas ou axilas e secreções pelos mamilos. A detecção do câncer de mama nas etapas iniciais aumenta as chances de cura.

Os principais sinais e sintomas da doença são: caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas).

Não há uma causa única para o câncer de mama. Diversos agentes estão relacionados ao desenvolvimento da doença entre as mulheres, como: envelhecimento (quanto mais idade, maior o risco de ter a doença), fatores relacionados à vida reprodutiva da mulher (idade da primeira menstruação, ter tido ou não filhos, ter ou não amamentado, idade em que entrou na menopausa), histórico familiar de câncer de mama, consumo de álcool, excesso de peso, atividade física insuficiente e exposição à radiação ionizante.

A prática de atividade física e de alimentação saudável, com manutenção do peso corporal adequado, estão associadas à menor risco de desenvolver câncer de mama: cerca de 30% dos casos podem ser evitados quando são adotados esses hábitos. A amamentação também é considerada um fator protetor.